Seminario Sistemas Estaduais de PSA

Seminário sobre Pagamento por Serviços Ambientais

O Instituto O Direito Por Um Planeta Verde (IDPV), juntamente com a Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados, promove, no dia 24 de abril, o seminário Sistemas Estaduais de PSA – Pagamentos por Serviços Ambientais: Diagnóstico, Lições Apreendidas e Desafios para Futura Legislação. O evento é aberto ao público e ocorre das 9h às 18h, na Anexo II, do Plenário 2 da Câmara dos Deputados, em Brasília, DF.

O seminário marca o encerramento do projeto Sistemas Estaduais de PSA: Diagnóstico, Lições Apreendidas e Desafios para Futura Legislação, dirigido pelo IDPV,  financiado pelo Fundo de Direitos Difusos e que tem por coordenadora técnica a consultora da Eight Marcia Stanton . As pesquisas do projeto envolveram seis estados brasileiros com leis de Pagamento por Serviços Ambientais em vigor desde 2010, contemplando o exame da legislação estadual e entrevistas com autoridades estaduais e beneficiários dos programas.

“Nosso objetivo foi investigar o grau de implementação, a efetividade destes programas de PSA Estaduais e sistematizar seus resultados buscando contribuir para o aperfeiçoamento normativo em todas as esferas da federação”, conforme explica a coordenadora geral do Projeto, Paula Lavratti. Segundo os coordenadores técnicos da iniciativa Guillermo Tejeiro e Marcia Stanton, “as entrevistas realizadas com as famílias beneficiárias proporcionaram valiosas informações que serão compartilhadas, por meio do Seminário e do Relatório Final da pesquisa que será lançado na mesma ocasião”.

O evento será aberto pelo deputado federal, Sarney Filho, pelo presidente do Planeta Verde, José Rubens Morato Leite e pela diretora do Planeta Verde e coordenadora geral do projeto, Paula Lavratti. Após, é realizada apresentação do projeto, pelo coordenadores técnicos da iniciativa, Guillermo Tejeiro e Márcia Stanton, e o presidente do Planeta Verde. No segundo painel do seminário, serão apresentados, pelos consultores estaduais do projeto e por seus coordenadores técnicos, os sistemas de PSA pesquisados nos estados do Paraná, São Paulo, Espírito Santo, Minas Gerais, Acre e Amazonas, bem como, os resultados que foram sistematizados.

O Seminário também vai contar com a presença da professora da Universidade de São Paulo e diretora da Sede Administrativa do IDPV, Ana Maria Nusdeo, do consultor de Políticas Públicas do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia e diretor de Assuntos Legislativos do Planeta Verde, André Lima, e de representantes do Ministério do Meio Ambiente, da Casa Civil e da Agência Nacional de Águas, além do autor do Projeto de Lei nº 792/07 que institui a Política Nacional de PSA, deputado federal Anselmo de Jesus. O seminário será encerrado com a presença do deputado federal Sarney Filho, junto do presidente do IDPV, José Morato Leite.

Você sabe o que são essas simpáticas figurinhas?

1383178_658698214163290_2116834196_n

Esse fim de semana fui almoçar com a família e me deparei com essas embalagens na mesa. Fiquei encantada com a novidade que vi nesses sachezinhos. Um verdadeiro case de comunicação sobre algo que não é fácil: agricultura orgânica. Através dessas figurinhas atraentes e dos textinhos em cada uma delas, a empresa NATIVE consegue passar o seu DNA para o consumidor.

De um jeito muito leve, natural e legítimo (sem parecer propaganda ou ficar forçado) a empresa consegue mostrar as características e diferencias de uma agricultura orgânica. Tudo isso sem usar nenhum jargão de “sustentabilidês”, sem tom professoral e sem viagens publicitárias.

Uma comunicação verdadeira, que não fala nada mais do que a verdade do seu modo de produção e produto, e cria naturalmente ainda mais valor para a marca. Nota 10! Parabéns à equipe do Native!

Por falar em nota 10 e NATIVE, vale a pena conhecer um pouco mais sobre esse super case de sucesso empresarial, um case de inovação, baseado na sustentabilidade, e que colocou a empresa entre os maiores exportadores de produtos orgânicos do mundo, um mercado que não tem previsão de parar de crescer.

Confiram lá nos links abaixo um pouco dessa história de sucesso:

http://epocanegocios.globo.com/Revista/Common/0,,ERT85999-16380,00.html

http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,o-n-1-do-acucar-organico-no-mundo-aboliu-a-queima-da-cana,382619,0.htm

http://www.nativealimentos.com.br/pt-br/organizacao_balbo/referencia.html